Assim o Papa reagiu quando uma menina interrompeu sua catequese

22-Aug-2019

 

Durante a Audiência Geral de quarta-feira, 21 de agosto, na Sala Paulo VI do Vaticano, uma menina com uma doença subiu espontaneamente no palco de onde o Papa Francisco estava falando e interrompeu sua catequese.

 

O Papa estava explicando sobre a nova modalidade de relacionamento entre os discípulos de Cristo, fruto da comunhão da comunidade cristã, quando a menina se aproximou primeiro a um Guarda Suíço e, depois, ao próprio Santo Padre para lhe estender a mão.

 

O Papa, longe de se surpreender, fez um gesto aos responsáveis da segurança para que não a impedissem de estar ali, e depois, disse: “Deixe-a tranquila. Deus fala através das crianças. Deixe-a, deixe-a”. Essas palavras provocaram o aplauso generalizado de todos os presentes na Sala.

 

Assim, a menina ficou correndo e brincando diante do Papa durante toda a catequese e ele de vez em quando a olhava por causa da imprevisibilidade da criança.

 

Somente quando a catequese terminou, antes das saudações por idiomas aos fiéis presentes na Sala, a responsável da menina conseguiu convencê-la a descer do palco, embora, depois, ela tenha tentado subir novamente, mas não conseguiu.

 

No final da audiência, antes de se despedir dos fiéis, o Papa quis refletir sobre o incidente. “Todos nós vimos esta menina tão bela, é bela, porque é bela. Pobrezinha, é vítima de uma doença e não sabe oque faz. Eu pergunto uma coisa, mas cada um responde no seu coração: eu rezei por ela? Vendo-a, eu rezei para que o Senhor a cure, a proteja? Rezei pelos seus pais e a sua família?”.

 

“Sempre que vemos alguma pessoa que sofre, devemos rezar. Que esta situação nos ajude sempre a fazer esta pergunta: eu rezei por esta pessoa que eu vi, que se percebe que sofre?”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Anunciam data de beatificação de mentor de São João Paulo II

24-Oct-2019

1/10
Please reload